12.6.16

RESENHA: A RAINHA VERMELHA - VICTORIA AVEYARD


"TODO MUNDO PODE TRAIR TODO MUNDO"

Título Original: Red Queen
Título no Brasil: A Rainha Vermelha
Coleção: A Rainha Vermelha #1
                Espada de Vidro #2
Gênero: Literatura Estrangeira - Distopia, Fantasia
Autora: Victoria Aveyard
Páginas: 424
Editora: Seguinte
Comprar: Comparação de preços - Buscapé
Ano de publicação: 2015
Avaliação:
Sinopse
O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.
Resenha
Amei? Muitooo! 
Em A Rainha Vermelha, logo de início conhecemos um pouco sobre Mare Barrow e a triste realidade em que vive. Uma sociedade dividida pela cor do sangue, onde os prateados são a monarquia, os ricos, os poderosos - social e fisicamente... E portanto, temidos pelos vermelho.
Já os vermelhos são pobres, sem poder algum, que de certa forma, já nasciam para aguentar calados os abusos de poder e servir aos prateados.
Mare vive com seus pais e sua irmã caçula em Palafitas, um humilde vilarejo vermelho. Seus irmãos mais velhos foram recrutados para o exército, seu pai foi dispensado mas voltou sem mais poder andar, então iam vivendo com o pouco que a caçula recebia com seu dom de bordar e os roubos de Mare, pelo menos por enquanto, pois a hora de também ser recrutada estava chegando.

Kilorn, melhor amigo de Mare, possuía um emprego, portanto não se preocupava em ser recrutado, mas após o falecimento do seu patrão seu mundo desaba. Ao saber, Mare procura alguma forma de proteger seu quase irmão, mas nem tudo - quase nada - sai como o esperado. 
No dia seguinte, Mare Barrow recebe uma visita convocando-a até o castelo, e claro, pensou que não seria nada de bom. Chegando lá, descobre que graças á alguém que conheceu, conseguiu um emprego no castelo.

É durante a disputa em que princesas de outras casas vinham para competir pela mão do príncipe herdeiro, que Mare acaba passando por uma situação que a mataria, mas graças ao seu poder sobrevive. Sim, seu poder, até então desconhecidos até mesmo por ela, afinal, vermelhos não possuem poderes. Isso chocou não só ela más todos presentes, vários outros prateados poderosos e a própria família real, principalmente a rainha. Uma vermelha com poderes poderia manchar o nome de Norta, portanto seria morta em seguida, isso se não fosse grande público que presenciou tudo.

Mare então acaba virando fantoche do rei e da rainha, vista como um modo de acalmar os ânimos dos vermelhos, que após anos de silêncio resolveram não mais se calar.
Mas agora dentro da "cúpula" prateada, ela vê uma chance de não apenas fazer a mudança, mas ser a própria mudança. 
"A guerra prateada deles é paga com sangue vermelho."
***
Desde a primeira vez que li a sinopse, o livro entrou para uma das leituras mais desejadas, tanto por se assemelhar a outros livros que amo, quanto pelo gênero, que é meu - segundo - preferido. Inclusive esse será o primeiro fato a ser mencionado.
A Rainha Vermelha se assemelha em inúmeras partes a outras histórias distópica, principalmente a Jogos Vorazes e A Seleção. Embora para várias pessoas isso seja um ponto negativo, para mim foi maravilhoso.
Mesmo com várias coisas em comum, a autora soube originalizar e inovar muito bem. A escrita é mais que confortável, é impossível não se envolver por completo.
É um livro contem várias descobertas, lutas pelo poder, muita manipulação, morte, sangue... ao longo do livro conheci vários personagens, me apeguei a maioria, mas também me surpreendi com tal maioria. 
"Todo mundo trai todo mundo."
Há fantasia, romance, triangulo amoroso. O triangulo amoroso de A Rainha Vermelha é de enlouquecer o leitor, ao contrario dos outros, pela primeira vez eu não tinha uma escolha concreta. Dois príncipes, prateados, mesmo poder de controlar o fogo, a diferença é que um luta pelo povo. Ainda assim não consegui gostar mais de um que o outro, nem mesmo passou por minha cabeça qual seria o casal que estaria junto no desfecho do livro.
"Entende mesmo, príncipe? Entende como é ser arrancada de tudo o que ama, forçada a ser outra pessoa? Mentir a cada minuto de cada dia pelo resto da vida? Saber que há algo errado com você?"
As críticas sociais são bem fortes nesse livro, e promete esquentar ainda mais. Existem várias críticas que nos fazem refletir bastante e comparar com a nossa própria realidade, como a desigualdade social, o preconceito, discursinhos feitos por políticos para "acalmar" - fazer de trouxa - o povo.
"Os deuses ainda governam. Ainda descem das estrelas. Só não são mais gentis."
Amei A Rainha Vermelha, amei a escrita da Victoria! É uma historia muito envolvente e maravilhosa de luta por uma sociedade melhor para todos. Seja prateado, vermelho, com poder, sem poder, pobre, rico...
"O mundo mudou ao nosso redor e permanecemos os mesmos."
Devorei o livro do início ao fim sem sentir espaços vazios em nenhuma parte. Sem dúvida esse foi um dos livros mais bem dosado que já li, tudo na medida certa. 
Incrível! Amei ficar nervosa tentando descobrir quem era quem de verdade e de que lado estavam, amei sentir raiva e amar cada um. 
Indico o livro para todos que se identifiquem com algum dos temas presentes, principalmente para os fãs de distopia.
"Nos levantaremos, vermelhos como a aurora."
Resenha: Espada de Vidro - Livro 2

41 comentários

  1. Antes de mais nada quero dizer que gostei de conhecer seu blog, dei uma olhadinha em várias coisas e dou os parabéns pelo trabalho. Sobre o livro resenhado, ganhei em um sortei mais ainda não consegui ler, espero fazer ainda esse ano.
    Você disse que Distopia/fantasia é o seu segundo gênero favorito, fiquei curiosa para saber qual seria o primeiro =) Catrine gostei quando você fala que não achou ruim o enredo lhe lembrar Jogos Vorazes e outros livros do estilo, concordo com você, até porque referências são necessárias ao criar um enredo. Fiquei com vontade de ler logo, já que você destacou que a narrativa é tão envolvente e empolgante, mas algumas metas mais urgentes me impedem de fazer isso. Enfim parabéns pela leitura e pela resenha.

    Seja muito bem vinda ao meu blog, sempre, não só pelo grupo ok!!???
    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Aline! ❤❤
      Fico muito feliz por ter gostado. Sério! haha
      Olha, te indico acrescentar ele a lista de urgentes, pois é muito bom mesmo! (Bom, eu achei haha)
      Ah, meu primeiro são os romances com drama. kkk

      Seja bem vinda também ao Estante Mineira ❤

      Excluir
  2. Ooi, Catrine. Esse livro tem algo bem instigante, mas infelizmente ele não me conquistou. Independente disso ainda pretendo ler o segundo livro, mas só para saciar minha curiosidade.

    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comigo aconteceu o contrario haha Amei ele, inclusive já estou lendo o segundo.❤

      Excluir
  3. oi, tudo bem?
    eu estou louca para ler essa série! Já tenho os dois primeiros,falta o tempo, rs
    eu também não ligo das semelhanças com outras distopias, desde que seja bem feito e tenha sua própria cara, e Rainha vermelha parece ter, até pelo lado mais sobrenatural
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOi Bruna
      Tá esperando o que menina??! haha Se, assim como eu, não se importa com isso acho que vai gostar.

      Excluir
  4. Oi Catrine,
    Já li muitas resenhas positivas e esse livro ta na minha lista de futuras leituras há um tempinho só estou esperando lançarem todos para eu ler.

    Coração Leitor - Jéssica

    ResponderExcluir
  5. Oi, Catrine
    Que bom que gostou tanto do livro. Eu li e também amei, mas diferente de você eu já tinha escolhido meu príncipe preferido, apesar dos defeitos, e acertei rsrs
    Estou ansiosa para ler o próximo volume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, já eu estava me "aproximando" mais do errado. Enfim... agora que estou no segundo, to amandoooo o príncipe certo haha

      Excluir
  6. Eu até tenho uma curiosidadezinha pra ler esse livro, mas me desiludi tanto com distopias nos últimos tempos, que acabo deixando todos pra lá. Gostei da sua visão sobre a obra e a maneira como conduziu a resenha. Mas ainda não ganhou um espacinho na pilha de leitura.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já no meu caso, todas que li ate agora superaram minhas expectativas haha e essa segue o ritmo.

      Excluir
  7. Olá!
    Desde o lançamento quero muito ler esse livro, já que amo distopias, mas vi tantas comentários bons e ruins que meio desanimei um pouco e esqueci dele. Gostei de saber que você achou o livro bem dosado e na medida certa, me animou um pouquinho mais para lê-lo.
    E já que contém romance e fantasia não tem como não amar, não é?
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amooo distopias, e essa, assim como as outras, não me decepcionou nenhum pouco.
      Isso ai, haha, como não amaaar!!? ❤❤

      Excluir
  8. Olá!
    Esse livro sempre me atraiu pela capa (é realmente linda) mas a premissa em si realmente não me atrai. Não é um livro que eu leria (pelo menos agora), mas quem sabe futuramente? Sempre vejo comentários bastante positivos sobre a obra.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa não tem como negar, né? haha
      Quem sabe... Espero que goste!

      Excluir
  9. Oioi! Tudo bem?
    Eu adorei o livro da Rainha Vermelha, li tipo em dois dias e tive que esperar mtooo pelo segundo hahah..
    Adoro a intriga politica e tudo que envolve os vermelhos contra os prateados.
    Mare com poderes achei mto doido e a capa está linda demais com esse sangue escorrendo.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bommmmm haha ❤❤❤ Também amo essas discussões nos livros Suzzy, inclusive acho que é também por isso que amo distopia.

      Excluir
  10. Olá! É um livro que está no meu aguardo na estante há tempos, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Me parece ter a dose certa de fantasia e romance. Adoro quando os autores usam alegorias para fazer críticas políticas e sociais, como parece ser o caso desse livro. Vou ler em breve com certeza!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amooo quando ele fazem isso haha Acho que por isso gosto tant e distopias, pois todas que li tinha muito disso.
      Espero que goste!

      Excluir
  11. Olá Catrine, motivos tenho de sobra para ler esse livro, a premissa e o cenário dinâmico que a autora criou, com poderes sobrenaturais é a minha cara. Espero ler esse livro ainda essa ano. Sua resenha está perfeita. Bjkas

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem?

    Eu quero muito ler essa série, mas não comecei ainda porque tenho muitas séries inacabadas. Apesar das últimas distopias serem tão parecidas eu gosto do gênero, mas no momento estou cansada da mesma formula. Espero gostar dessa série e espero que a autora não enrole demais e se perca no final.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, por enquanto estou amando haha Espero que continue bem, ou até melhor, ate o final. ❤

      Excluir
  13. Olá,
    Eu fiquei bastante curiosa para ler esse livro quando soube do seu lançamento. Ainda não tive oportunidade de ler, mas amei a sua resenha e o livro parecer ser realmente incrível. Espero ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Catrine!
    Sou apaixonada por distopias e depois dessa resenha esse livro também entrou para minha lista de mais desejados.kkkkkkkkkkkkkkk
    Adorei a forma com que você descreveu a grandiosidade do livro sem soltar nenhum spoiler.

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Rayssa! ❤❤❤
      Espero que consiga ler, e goste tanto quanto eu haha

      Excluir
  15. Olá!
    Toda vez que vejo uma resenha desse livro fico mais curiosa para conhecer a história. O enredo me pareceu bem inovador e já gostei da Mare de cara, pois ela quer a melhoria do seu povo. Eu pretendo ler esse livro muito em breve.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Distopias não é meu estilo preferido, mas a cada resenha que leio desse livro fico mais e mais empolgada e com vontade de ler.
    O enredo me pareceu com algumas histórias conhecidas e ao mesmo tempo completamente diferente - o que achei que torna a leitura ainda mais interessante.
    Entrou para a lista de leituras :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ❤ E é assim mesmo Lica, várias semelhanças mas bem diferente.

      Excluir
  17. Oi Catrine, sua linda, tudo bem?
    Estou louca para ler esse livro, adoro distopia. Gostei de saber que a autora destaca a questão politica em seu texto e fiquei aqui curiosa, pois você disse que não conseguiu torcer para um príncipe em específico. Qual será meu favorito??? Risos... Com uma leitura envolvente como essa e que você amou, não tem como risistir. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se curte distopia já acho que seria uma ótima escolha haha
      Então Cila, durante o livro me apaixonei pelos dois então é muito difícil saber kkkk E obrigada!❤

      Excluir
  18. Oi, Catrine
    Também devorei o livro e amei cada pedacinho. Fico feliz que tenha aprovado igualmente o livro. Assim como você, também gostei bastante da escrita da autora. Super envolvente.
    Adorei a resenha. Agora quero muito conferir os segundo volume e espero não demorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaa!
      Que bom que também gostou. É maravilhoso, não?! ❤ Estou lendo o segundo, com um pouco de enrolação, más já estou quase terminando haha

      Excluir
  19. Olá... tudo bem??
    Nossa que legal sua resenha... fiquei tão feliz em saber que você gostou do livro... eu não vejo a hora de pegar o meu exemplar... gostei de saber das críticas sociais, como deve ter em toda a distopia. Também curti saber que teremos um triângulo amoroso... adoro triângulos haha... sua resenha ficou bem escrita e destacou os ponto importantes para que possamos ter uma leitura prazerosa... acredito que vou amar a leitura e me sentir presa, porque amo distopia... Xero!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaa! ❤
      Leia logoo haha Espero que goste tanto quanto eu, e olha que eu ameeei!

      Excluir
  20. Eu AMEI A Rainha Vermelha! Concordo com você: muitas pessoas acham que distopias são todas iguais, mas, mesmo assim, dá para amar cada uma delas, já que, para quem gosta, são bem diferentes!
    A escrita da Victoria é incrível! Ela consegue fazer com que eu ficasse o tempo todo com o livro por perto e aproveitar cada tempo livre para terminar logo!
    Espero que goste da continuação!
    Beijos,
    Déia
    Own Mine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Issoooo! Que escrita maravilhosa, heim?!!!❤❤

      Excluir
  21. Você me ganhou quando mencionou as semelhanças com Jogos Vorazes e a Seleção,amo essas duas trilogias e vou ler qualquer coisa que seja remotamente parecida com elas,mais ainda se autora souber incorporar tantos elementos na narrativa como você descreveu e fazer tudo dar certo.Esse livro está na lista ,mas vai subir de posição e virar prioridade a partir de hoje.

    bjsss


    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Adaptação por: Estante Mineira

Base por:Adorável Design