16.5.17

Resenha | Fuga Para o Paraíso - Paulo Mateus

Título: Fuga Para o Paraíso | Autor(a): Paulo Mateus
Gênero: Literatura Nacional -  Distopia, F. Científica
Páginas: 154 | Comprar: Amazon | Adicione ao Skoob
Avaliação: 
Sinopse: Uma grande guerra quase levou os humanos a aniquilação total, destruindo a maior parte dos recursos naturais existentes no planeta. Com uma atmosfera densa que bloqueia a luz do sol e um ar tóxico os sobreviventes tentam reerguer a sociedade humana. Pequenos impérios na forma de cidades altamente tecnológicas surgem, as diferenças dessas sociedades e os desafios do mundo interior e exterior se tornam cada vez maiores, obrigando essas sociedades a financiarem campanhas militares para continuarem existindo.
Além de todos esses desafios uma nova droga surge e começa a se espalhar rapidamente entre as pessoas, abalando todas as estruturas de um mundo já decadente.
Resenha
Os carros já não necessitam estar em solo firme para se locomoverem, nem mesmo precisam de um motorista, e os drones estão por toda parte – principalmente para auxiliar na segurança –, o que facilita e muito o trabalho dos soldados e a vida da sociedade. 

Já deu para perceber que a tecnologia avançou um pouco da nossa realidade à época em que o livro é ambientado, certo? Bom, mas até agora foram somente coisas boas: carros voadores, uma boa segurança... E olha que nem citei ainda a nanotecnologia e nem a camuflagem e as conversas holográficas. haha Olha que maravilha!!! Será mesmo? Hmmmm  Não!

A guerra não aniquilou a humanidade, mas chegou perto disso. Agora, com a escassez dos recursos naturais e o ar tóxico, as pessoas precisam viver sob redomas – que com sua muito evoluída tecnologia, possui o ar purificado.
“Aqui nossa tecnologia cura e salva, mas além daquela redoma ela fere e mata.”
Contudo, nem todas possuem essa tranquilidade. Em algumas outras regiões, bem menos evoluídas, as pessoas passam por bastante necessidade e sem muita esperança de um futuro melhor. Então, quando surge o Éden, dando a eles uma chance de terem tudo o que sempre sonharam, a droga se espalha que nem poeira no vento.
“Destruir o inimigo por dentro dessa forma é uma estratégia inteligente.”
A droga possui efeito quase instantâneo que causa alucinações, transportando a pessoa para um mundo perfeito. Tendo efeito diferente para cada usuário, dependendo de seus sonhos e com seria seu “paraíso”. Além disso, possui um poder altamente destrutivo e pode matar em questão de dias.

Por isso, é formada uma força especial para pesquisar a fundo tudo sobre o Éden, e, assim, descobrir sua origem para dar um fim nela. Contudo, nessa busca pelo desconhecido, o grupo irá encontrar coisas que nem mesmo imaginavam ser possíveis.
“Podemos estar ganhando as guerras lá fora, mas estamos perdendo aqui dentro.”
Sou uma fã inegável de distopias, seja em livros, filmes, séries... Não importa! Por isso, assim que o autor entrou em contato e eu li a sinopse do livro, meu interesse despertou-se na hora. Entretanto, ainda que eu ame distopia em qualquer meio, ficção cientifica eu já não curto tanto nos livros. Porém, esse não foi o caso. Achei bastante interessante o fato de focar bastante nesses avanços tecnológicos. 

Fuga Para o Paraíso é narrado em terceira pessoa, e durante a história vamos acompanhando o grupo na jornada de investigação pela fonte do Éden e todas as suas descobertas. A escrita do autor é bem leve e agradável, flui muito bem e consegue envolver o leitor, porém, faltou se aprofundar em alguns pontos para melhorar o desenvolvimento da trama e a conexão com os personagens.
“Quando a situação se torna difícil uma pessoa é capaz de tudo.”
Os personagens foram pouco explorados, o leitor conhece bem pouco sobre cada um, até mesmo sobre a protagonista. Desde o início vemos que Cristina é uma mulher muito forte, por isso, criei bastante expectativa a cerca dela. Mas apesar de ter , sim, gostado dela e de sua personalidade, não chegou a alcançar minhas expectativas. 

O livro é curtinho, a escrita do Paulo Mateus é bem envolvente. Porém, há seus furos. Senti falta de "mais". Não sei dizer se o livro terá continuação ou não, mas seria legal que sim.
“As pessoas estão cada vez mais querendo fugir desta cidade, mesmo que seja através de alucinação.”

11 comentários

  1. Nossa! Não conhecia esse livro ainda, acho que não faz muito o meu estilo literário, rs. Ao lera sua resenha, senti um mix de agonia e curiosidade. Drones vigiando a cidade? Socorro! hahahaha
    Ótima resenha! Gosto muito de resenhas com quotes.
    abraço! Ane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma loucura, drones e toda essa tecnologia. Haha Obrigada! ❤

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu gosto de distopias e quando os autores colocam os avanços tecnológicos, mas acho que o fato de não aprofundar muito os personagens me desagradaria. Mas só lendo para saber, né?
    Ainda não conhecia o livro. Quem sabe leia futuramente. Desejo sucesso para o autor.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Pode ser que seja diferente com você. :)

      Excluir
  3. Oii
    Adorei a resenha! A história lembrou um pouco a terceira temporada de The 100, onde eles engolem um chip para não sentir mais dor e vão para a "cidade da luz"...
    Também adoro distopias mas não tanto ficção cientifica. Acho que a história não seria envolvente para mim. =)

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, olha o spoiler. Kkkkk Comecei a serie recentemente é não cheguei na terceira temporada.

      Excluir
  4. Oi,

    Não conhecia ou autor e o livro e fiquei muito interessada em saber mais sobre esta obra. Vivemos numa era que tudo é possível e a destruição da raça humana pode realmente ocorrer.

    Beijos
    Juci Pauda
    jusemfrescura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que o livro despertou seu interesse! ❤
      Realmente! É almo mais possível do que parece.

      Excluir
  5. Bah, eu adorei a premissa desse livro. Gosto bastante tanto de distopias quanto de sci-fi, e o que mais me interessou foi que dia desses tive um sonho distópico bem parecido com o enredo do livro. Bacana também o fato de ser um nacional! Gostei!

    ;*

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não conhecia o livro e achei a premissa bem diferente gosto de distopias, mas já tem tempo que não leio uma. Anotei a dica aqui e espero poder conferir!

    Beijos!
    https://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Adaptação por: Estante Mineira

Base por:Adorável Design