31.5.17

Resenha | Sexo real, Amor sem igual - Luísa Aranha


Título: Sexo real, Amor sem igual
Autor(a): Luísa Aranha | Coleção: Duologia Amor&Sexo
Gênero: Literatura Nacional - Romance
Páginas: 110 | Comprar: E-book Físico
Avaliação:
Sinopse: Quando Leo descobre que a menina do bar é a mesma por quem ele se apaixonou sem nunca ter sentindo gosto, experimentado o toque ou se quer olhar nos olhos, seu mundo desaba.
Marina, Nina, Mazinha, Mari... Qual será a versão que Leo irá conhecer dessa vez? Todos os sinais dizem para ele manter distância, mas aquilo que era virtual virou real. Ela ainda pensa em morrer e ele... ele só quer viver ao seu lado.
Nada é tão fácil na vida. Fotos vazadas. Vontade de morrer, vontade de viver, medo, dúvidas, certezas e o passado. Amar é suficiente para superar? O amor é capaz de curar?
Depois de Nina contar sua história, em “Sexo Virtual, Amor Real”, e começar a enfrentar seus fantasmas é a vez de Leo. Eles já conhecem a essência um do outro. Já se apaixonaram pela internet e sabem como cada um enxerga o mundo. Um amor virtual, pode se tornar real?
Resenha
Se em Sexo Virtual, Amor Real a autora Luísa Aranha quebra tabus a cerca dos relacionamentos virtuais, nesse ela os reduz a pó.

Marina e Leo se conheceram por meio de um site de relacionamentos, isso sem grandes expectativas. Ela queria apenas se vingar do ex infiel, já Leo queria somente conversar e se divertir. Porém, sem mal bater na porta, o amor entrou nessa história. Mas será que isso basta? Marina já passou por muita coisa em sua vida, e nesse livro iremos descobrir que o que já sabemos é pouco perto de tudo que ela realmente passou.

No final de Sexo Virtual, Amor Real, finalmente, Marina – Nina – e Leo acabam se conhecendo, sem querer, mas muito querendo, de forma meio inusitada. Então, nesse volume não haverá a distância para separá-los. O que é bom, mas também pode desencadear uma série de danos, ou melhor... revelações. Afinal, apesar de os dois já terem se apaixonado, chegou a hora de se conhecerem de verdade, profundamente. Conhecerem seus gostos, desejos e traumas.
“Não quero te salvar, quero seguir contigo, do teu lado.”
Melhor eu dizer pouco sobre a história, já que estamos falando de um livro que possui pouco mais de 100 páginas. Então, vamos lá...

A escrita da autora fluiu muito bem, e apesar de bem direta, sem enrolação, me envolveu intensamente. A história é bem leve, sem deixar de ser emocionante. Ora faz o leitor chorar, ora ter um ataque de risos. 

Os personagens são muito bem criados. Todos conseguiram um camarote em meu coração. 
“E de repente, uma mulher, que eu nunca havia visto, me faz atravessar o Brasil. Que Leonardo é esse que eu não conheço?”
Leo é um cara muito mais razão que emoção. Nunca deixava que suas emoções o dominassem. Preferia manter-se na linha; organizado e controlado. Até conhecer Nina e se tornar um bobão apaixonado, pura emoção, que só pensava em amá-la, senti-la etc. Desde a primeira página me vi completamente encantada por Leo. Ele é tão educado, apaixonado, carinhoso e a forma com que ele deseja o bem de Nina e a respeita é cativante.
“Abra a porta, fala comigo. Deixa eu estar do teu lado para surtarmos juntos.”
Nina é uma mulher que, superficialmente, pode ser vista como fraca, quando na verdade ela é uma mulher muito forte, apesar do muito pelo que ela passa e já passou. Mesmo sentindo o desejo de morrer, no fundo, há uma luz ali. Ela quer se curar, e não apenas quer viver, mas  QUER QUERER viver. Veremos uma evolução tremenda nela!
“Eu quero me curar porque você me mostrou que era possível viver, seguir em frente e ser feliz. Mas não é por você, é por mim que eu quero isso. Eu quero viver. Eu quero ser feliz. E eu quero que seja com você.”
O livro também traz a tona várias revelação sobre o passado de nina. E se antes, quando eu pensava que tudo que ela sentia era pela morte de Leco, eu já sentia muito por ela, após descobrir que foi mais que isso, eu senti pena, mas, principalmente, muita vontade de que ela se reerguesse e fosse feliz.

Outros personagens também merecem estar aqui, mas para não falar demais somente irei dar um espacinho a mais para o Gus, melhor amigo de Nina. É ele quem traz a maior parte do humor à história, tornando-a ainda mais fluída.
“O que são as mãos dele...? Aproveita!”
Narrada dessa vez por Leo, a história possui uma ótima pitada sensual. Sexo real, amor sem igual está ainda melhor que o anterior! A leitura dá para ser iniciada e finalizada apenas em um dia, com dedicação, mas você vai querer que ele não acabe tão rápido, então, é só ter uma calminha. Haha Eu gostei muito do livro. A autora soube dosar muito bem o drama, o erótico e o romance. Por isso, acredito que se o leitor curtir, pelo menos, dois desses gêneros, terá muitas chances de amar o livro também.

Sexo, Amor sem igual é uma história sobre o amadurecimento, sobre a força e o amor. Contudo, também aborda sobre preconceito, principalmente o  machismo.

Sendo abiuda – ou não –, respondo a pergunta: Amar é suficiente para superar? O amor é capaz de curar? Às vezes, sim. Em alguns casos, não. Cada caso é um caso. Felizmente, em alguns,  o amor pode "curar". Para entender melhor o que estou dizendo, indico o texto da Raquel Abe, no blog Eu, Tu, Elas.  :)

26 comentários

  1. Oi, Catrine. Conheci o primeiro livro dessa duologia ontem e já estou completamente apaixonada pela história, louca para enfim começar. Espero gostar tanto quanto você.
    Beijo!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. COnfesso que estava morrendo de medo dessa crítica e de mais uma vez não ter conseguido de prender pela história... Mas foi uma grata surpresa saber que o Leo te encantou e que o Gus também conquistou!

    Obrigada pela oportunidade de mostrar um pouco do meu trabalho e por não perder as esperanças!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa vez o Léo me pegou e jeito! hahaha ❤❤❤❤ Não teve como não amar, eles são maravilhosos...

      Excluir
  3. Oi Catrine.

    Eu gostei da sua resenha, pois as vezes eu vou no blog da Luisa e vejo alguns trechos dos livros dela. Histórias com várias revelações sempre são um prato cheio de surpresas. Dica anotada, vou querer conferir essa história.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de realizar a leitura, Kênia! :)

      Excluir
  4. Oi Catrine, tudo bem?
    Eu não conhecia a duologia, mas lendo sua resenha senti que o livro é leve e gostoso de ler, e como tem elementos que curto nas histórias, anotei a sua dica. Logo que der me jogo.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, não conhecia nenhum dos livros que você citou, esse da resenha e seu antecessor...que ideia interessante.

    Já anotei a dia aqui!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura bem leve e envolvente. Anota mesmo! :)

      Excluir
  6. Oiee Catrine ^^
    Fiquei com um pé atrás quando vi que o livro tem pouco mais de 100 páginas, pois prefiro livros maiores...haha' sempre tenho medo de que a história seja corrida demais ou mal desenvolvida quanto tem poucas páginas. Fico feliz em saber que com esse livro não foi assim. Fiquei curiosa para conhecer os personagens, mesmo estando fugindo de romances no momento...haha'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que também prefiro os maiores, mas nesse não tem mesmo esse problema. É bem envolvente! <3

      Excluir
  7. Oi.

    Não conhecia esse livro. Ele parece ser bem legal, ainda mais por tratar de temas tão bons. Fiquei interessada em realizar a leitura. Só preciso de um tempo para fazer isso. Vou tentar ler durante as férias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de lê-lo e que goste. ❤

      Excluir
  8. Não conhecia e confesso que não fiquei muito atraída pela história, mas para quem gosta do estilo, acredito que será um prato cheio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem curte gênero, indico bastante. :)

      Excluir
  9. Oii, Catrine.
    Não conhecia essa duologia, mas pelo que escreveu, me parece muito interessante mesmo.
    Gostei bastante da resenha. Parabéns!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!!
    Eu já conhecia essa história, e me pareceu interessante desde a primeira vez que vi. Eu só não leria agora por estar fugindo de romances rs. Gostei da sua resenha, despertou ainda mais minha curiosidade para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha e que ela despertou seu interesse! :)

      Excluir
  11. Oi Catrine, sua linda, tudo bem?
    Eu acho muito arriscado em nossa sociedade começar relacionamentos virtuais, mas conheço casos verídicos que acabaram em casamento até. Você fez uma pergunta muito difícil, como romântica acredito que o amor pode curar tudo. Mas sei que às vezes ele não basta. Isso é muito triste. Mas estou torcendo que aqui seja suficiente, já me apaixonei por ele, risos..Fica impossível não querer ler depois de tanta empolgação. Sua resenha ficou ótima!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, há riscos. Mas acredito que isso existe tantos nos "reais" quanto nos virtuais. haha Que bom que gostou da resenha e que ela desertou sua atenção. :)

      Excluir
  12. Oi Catrine, tudo bem?

    Estou com o primeiro livro para ler no kindle tem um tempão, mas nunca "arrumei" um tempinho para me aventurar, mesmo a obra parecendo incrível. Ao ler essa sua resenha fiquei com a certeza que devo ler, pois a obra tem muitos mais desdobramentos do que eu poderia imaginar. Fiquei com gostinho de quero mais e querendo saber se o amor vai curar ela! Já me apaixonei!

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arruma um tempinho e da uma chance para ele! haha Espero que goste! ❤

      Excluir
  13. Eu acho que depende do tipo de amor, pra salvar ou destruir é tudo sobre o tipo, a intensidade e o tamanho. Sendo sincera, acho que amor pode construir ou destruir, e isso me assusta demais. Achei a ideia do livro interessante e a resenha foi muito boa, darei uma chance para o livro. Obrigada por me apresentá-lo.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Design por: Adorável Design

Adaptação por: Estante Mineira