22.6.17

Resenha | Casada Até Quarta - Catherine Bybee (Noivas da Semana #1)

 Título: Casada Até Quarta
Autor(a): Catherine Bybee| Coleção: Noivas da Semana
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance
Páginas: 196| Editora: Verus | Comprar: Compare e Compre
Avaliação:
Sinopse: O contrato de casamento deles previa tudo.. menos se apaixonar.
O primeiro livro da série Noivas da Semana.
Blake Harrison: rico, nobre, charmoso... e precisando de uma esposa até quarta-feira. Para isso, Blake recorre a Sam Elliot, que não é o homem de negócios que ele esperava. Em vez disso, ele encontra Samantha Elliot, linda e exuberante, com a voz mais sexy que ele já ouviu.
Samantha Elliot: dona da agência de casamentos Alliance, ela não está no menu de pretendentes... até Blake lhe oferecer milhões de dólares por um contrato de um ano. Não há nada de indecente na proposta dele, e além disso o dinheiro vai ser muito útil para quitar as contas médicas da família dela. Samantha só precisa disfarçar a atração que sente por seu novo marido e evitar a todo custo a cama dele.
Mas os beijos ardentes de Blake e seu charme inegável se provam muito difíceis de resistir. Era um contrato de casamento que previa tudo... menos se apaixonar. Agora só resta a Samantha proteger seu coração até que o contrato chegue ao fim.
Resenha
Eu tento fugir das séries, mas os lançamentos maravilhosos não colaboram!

Podia ser um livro único, uma duologia, até uma triologiazinha... Mas não, eu tenho que começar outra série gigante. hahahah Bem.... Depois de ler duas séries com mais de doze livros, quem sou eu para reclamar de Noivas da Semana, que possuem sete. 

Chega de enrolação!!!
Você se casaria com um estranho
por 10 milhões de dólares?

Em Casada Até Quarta, primeiro volume da série, vamos conhecer Blake Harrison, que está à procura de uma esposa. Melhor dizendo, NECESSITANDO! Não por simples desejo ou sonho, esse buraco é mais embaixo. Para manter as propriedades e a herança em nome de sua família, bem longe de seu primo invejoso, Blake tem – segundo o testamento que seu arrogante pai deixou antes de partir – que se casar antes dos 36 anos. Por conta disso, ele sente-se obrigado a procurar ajuda Sam Elliot. 


Mas se o cara tinha todo esse charme, educação e cifrões, porque precisa de ajuda?

Primeiro, faltam apenas três dias para seu aniversário de 36 anos. Ou seja, ele tem até quarta para desencalhar-se de vez.

Segundo, ele é um nobre, logo, tem um nome a zelar. Não somente por ele, mas por sua irmã e sua mãe. Ele precisa conseguir alguém de confiança, que não revele que o casamento foi apenas um plano para receber a herança. Afinal, o otário de seu pai não deixou apenas um testamento, mas toda uma equipe de profissionais para garantir que seu filho não se casasse apenas pela herança para depois se separar.


Blake não procura amor, romance, nem nada do tipo. No máximo, uma atração. Então, é por isso que ele recorre a Sam Elliot, para conseguir uma mulher de confiança que esteja disposta a manter um casamento com ele por um ano. E a primeira surpresa já vem no comecinho; Sam não é um homem, como ele imaginou. É uma mulher. Uma mulher sensacional! E mesmo com pouco tempo, Blake se sentiu completamente envolvido na conversa – e na ruiva de cabelos encaracolas à sua frente. Não apenas por sua beleza, mas pela autoconfiança que ela exalava em cada palavra emitida. 
"Ela havia pensado em tudo. Dizer que ele estava impressionado era um eufemismo."
A vida de Samantha Elliot mudou completamente em pouco tempo. Sua família levava uma vida luxuosa até que: Seu pai foi preso; sua mãe suicidou-se; e sua irmã mais nova, ao tentar seguir o mesmo caminho, agora possuiu sérios problemas vasculares cerebrais.

Sam perdeu tudo, exceto a irmã. E faz de tudo para mantê-la bem cuidada, na melhor clínica que pode pagar com o que recebe por meio de sua agencia de casamentos – que atende apenas clientes de alto nível –, a Alliance. Ela até que ganha bastante, mas a maior parte vai para a saúde da irmã. Então, ela vê no seu novo cliente, Blake, uma forma de alavancar seus negócios. Afinal, ele era O DUQUE. O charmoso homem que despertara sua atenção mais do que ela mesma se permitia.

Sabemos que o mesmo aconteceu com o duque... Completamente surpreso – para não dizer maravilhado –, Blake investiga a vida de Sam, assim como ela havia feito, e muito bem, com ele, e descobre sobre sua história recheada de tragédias e, o mais interessante, suas altas despesas com a irmã. Após isso, ele despensa todas as candidatas apresentadas pela proprietária da agência, pois sua esposa estava escolhida. Seria uma super-colaboração mútua, só restava Sam aceitar.
“Enquanto o mundo se calava e Blake murmurava palavras doces, Samantha sabia que estava em apuros. Apaixonar-se por seu marido não fazia parte dos seus planos.”
Eu jurava que Casada Até Quarta era uma romance de época, por conta da capa. Então, antes das cinco páginas eu estava surpresa. “Como assim ele está no trânsito?!?! Em que século é isso?” Só depois que fui perceber minha loucura.

Eu me apaixoneeeei pelo livro! Tem bastante clichê? Sim. Mas isso não faz com que a história seja menos deliciosa. Como sempre digo, não há problema nenhum em uma história ser clichê, desde que seja bem escrita. E foi esse o caso.

Não há tanto foco nos personagens secundários, mas há à ponto de querermos saber mais sobre eles. No entanto, os protagonistas já conquistam o leitor o suficiente para todos eles. Black – para os íntimos (que são nós leitores e Sam) sr. Fofo – é apaixonante e, com o decorrer da leitura, ele encanta ainda mais o leitor; principalmente após algumas atitudes que ele toma no decorrer da história.


Na primeira aparição de Sam eu fiquei tão impressionada quanto Blake. Sua segurança consigo mesma, e também com seu trabalho, me deixou completamente maravilhada. Essa admiração aumentou ainda mais ao saber das coisas pelas quais ela passou na vida; pois mesmo com tudo que aconteceu ela não se acomodou. Esse girl power acaba sendo menos mostrado no passar dos capítulos, ainda assim, ela não deixa de se mostrar uma mulher forte.
“Eu posso lidar com todas as merdas, se você puder.”
O romance é fofo e lindo!! A partir do momento em que percebemos que ambos estão sentindo algo um pelo outro, já começamos a pensar nos nomes de seus netos. (Mentira, que no primeiro encontro dos dois eu já shippei forte! Hahaha) O livro também possuiu uma pitada erótica, mas como não são cenas muitos descritas, mas mais bem humoradas, acredito que não vá desagradar ao público que não curte cenas do tipo.

A escrita da Catherine não demora para se desenvolver e desde a primeira página envolve o leitor. A leitura é rápida, pois, além de não ser longa, flui maravilhosamente bem graças aos personagens bem formados e divertidos, e ao fato do romance encantar o leitor a ponto dele torcer muito pelo casal.


Casada Até Quarta traz uma história que nos encanta em sua simplicidade, nos personagens críveis e com personalidade, na narrativa divertida e envolvente, e, claro, no romance sincero, bonito e completamente apaixonante. Para os amantes de romances leves, mas não menos envolventes e divertidos, essa é uma história para dizer "sim".

Eu não costumo falar sobre os detalhes físicos do livro, mas a Verus, sinceramente, não poderia ter arrasado mais. A capa do livro é maravilhosa, tanto em suas imagens, quanto nas cores. O título é feito em um alto relevo dourado tão lindo! E olha só... As edições dos próximos livros também não deixam nenhum pouco a desejar. São todas perfeitas!
“ – Pronta para se casar? Ela virou a mão para cima e entrelaçou seus dedos nos dele.
– Que seja. Não tinha nada melhor planejado para hoje.”
Resenha | Casada Até Quarta - Catherine Bybee (Noivas da Semana #1)

10 comentários

  1. Gostei muito da sinopse e da resenha um livro que eu vou adicionar a minha lista de leitura com certeza.

    ResponderExcluir
  2. só vejo coisas boas desse livro
    ansiosa pra ler
    sua resenha ficou demais
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Shippei o casal do livro assim que li sua resenha, as personalidades deles e objetivos são fortes, prevejo uma evolução no relacionamento dos dois ao longo da trama.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Estou bem curiosa pra realizar essa leitura. Parece ser bem levinha, mas agradável e sem muitas surpresas. Ótimo pra lermos após uma leitura intensa.
    As capas são bem lindas!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  5. Oi Catrine, como boa fã de romance de época, com certeza já etsou de olho nesta série. Gostei de conhecer um pouco mais sobre o livro, pois não havia parado para ler uma resenha completa dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oie amore,

    Nossa todo mundo tá passando por isso de fugir das séries e acabar sendo levadas a ler elas??? Também tô passando por isso ultimamente.
    E sinceramente me encantei com essa série já!!!
    Querooo muito...
    Ah quanto aos clichês sou bem apaixonada por esses também!!!
    Sua resenha e as fotos estão lindíssimas.


    Beijoka!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Estou bem como você, fugindo das series e sendo perseguida por elas. Amei a premissa desse livro e estou bastante curiosa por essa leitura. Amei a sua resenha e as suas fotos são maravilhosas, parabéns!
    Dica de serie anotada com sucesso kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. é, ao ir lendo a resenha eu tb fui pensando se tratar de um romance de época, nhahaahaha de qualquer forma os clichês me incomodam neste tipo de livro... mesmo que seja algo bem escrito... mas nao duvido que pra quem aprecie o gênero, seja uma leitura envolvente...
    bjs...^^^

    ResponderExcluir
  9. Oiee tudo bem, eu tô com bastante vontade de fazer essa leitura.
    Parece ser um daqueles livros bem leves e doces que ajudam a relaxar e são ideais pra gente intercalar entre leituras mais densas, né? Já quero.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Catherine ^^
    Fico muito feliz em saber que essa obra é um chick lit pois quebra com todo o estereótipo de capas que temos referentes aos romances de época.
    Essa de contrato já é item batido nos romances, mas pela sua resenha me fez sentir uma imensa vontade de cair nos braços do Blake.
    Gostaria muito de ter essa determinação e força de personalidade que a Sam parece ter. Espero um dia poder conseguir ter um tico só.
    Parabéns pela resenha e parabéns pelas fotos tiradas, viu. Deram um toque todo especial ao conjunto, principalmente na composição. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Design por: Adorável Design

Adaptação por: Estante Mineira