6.1.17

Resenha: O ar que ele respira - Brittainy C. Cherry

“O ar que ele respirava se confundia com o da minha inspiração, se tornava minha cura.”
Título: O ar que ele respira
Título Original: The Viscount Who Loved Me
Autor(a): Brittainy C. Cherry
Coleção: Elementos #1
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance, drama
Páginas: 308
Editora: Grupo Editorial Record
Ano: 2016
ISBN: 978-850-107-566-6
Comprar: Compare e Compre
Avaliação:

Sinopse
O novo romance da autora de Sr. Daniels.
Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.[SKOOB]
Resenha

     Após perder o marido, Elizabeth vai morar com sua mãe com esperança de que pudesse ser melhor para ela e sua filha. Porém, não deu muito certo... Um ano depois, mesmo com o coração ainda destruído, ela percebe que está na hora de retomar o controle de sua vida e decide voltar para Meadows Creek, para a casa onde vivia com a filha e o marido antes do acidente. Porém, retomar as rédeas será mais difícil do que ela espera, principalmente por conta de seu novo vizinho...

     Tristan Cole perdeu, em um acidente de carro, a esposa e o filho, as pessoas que mais amava e que faziam da sua vida muito feliz. A partir daquele dia fatídico, ele passa a se isolar do mundo, se tornando uma pessoa fechado e nada gentil. No primeiro contato entre ele e Elizabeth ele se mostra um completo grosseiro. Quem ele pensa que estava enganando? Bom, toda da cidade. Todos o viam apenas como um cara terrível, rude e de aparência agressiva, mesmo sem conhecê-lo de verdade. 
“Às vezes, a pior parte de existir sem a pessoa que amamos é ter que se lembrar de respirar.”
     Sem se importar com aparências ou com as fofocas, ela começa a se aproximar de Tristan. Logo, percebe que tudo aquilo não era nada mais que uma forma que ele encontrou para se afastar do mundo, e que aquele não era ele de verdade. Isso porque ela o entendia, e sabia que, se não fosse por sua filha, estaria na mesma situação. Com a convivência, ela começa a perceber que há muito em comum entre eles. Lizzie insiste para que a barreira criada por ele seja destruída e, aos poucos, vai conhecendo o verdadeiro Tristan. Que ninguém nunca havia tentado enxergar.

     Elizabeth também vê o homem mal-educado e grosseiro, inicialmente, contudo, ela também passa a enxergar uma parte dele que ninguém conhecia. O homem devastado que sofria; que amava seu cachorro; amava  livros. O homem que não tinha nada para se escorar e, então, reerguer-se. Até eles se conhecerem e Lizie e Emma entrarem em sua vida...
“A solidão reconhecia a solidão. E hoje, pela primeira vez, consegui enxergar o homem por trás da barba.”
***

     O ar que ele respira é a minha primeira experiência com a escrita da autora, e, nossa! A escrita da Brittainy é carregada de emoção, com detalhes feitos perfeitamente para tocar o coração leitor – como o “apelido” que Emma chama Tristan.  Se preparem para uma carga emocional enorme! Todas as emoções dos personagens são passadas ao leitor, conseguimos sentir a angustia e a dor que eles sentem. Contudo, apesar das lágrimas que podem cair – e caíram muitas comigo – o livro arranca também várias gargalhadas e sorrisos.
“A única coisa que importa para o amor é a batida do seu coração.”
     Os personagens foram criados com maestria, com personalidades bem caracterizadas e desenvolvidas. Elizabeth, apesar de tudo, é uma mulher muito forte, determinada e, ao mesmo tempo, gentil e sincera. Quando seu pai morreu, ela teve que abrir mão de sua infância para cuidar da mãe. E ela não queria o mesmo para sua filha. Não mesmo. Precisava se manter forte para ela.
“Elas aparecem sem você perceber e acabam te derrubando.[...] As pequenas lembranças.”
      Tristan é um homem que decidiu se afastar do mundo para apenas existir, pois sua vida havia acabado no dia em que seu filho e esposa faleceram. Porém, com o passar dos capítulos conhecemos um homem totalmente diferente do apresentado no início da história. Um homem intenso, divertido, gentil, carinhoso...  Emma também merece destaque. Ela faz qualquer um sorrir. E é com sua doçura e carinho que ela contribui bastante para a destruição da barreira entre Tristan e o mundo. :)

    O desfecho da história é surpreendentemente emocionante. Eu mal tenho palavras. Bem que... O ar que ele respira me emocionou do prólogo ao epílogo. Não é um livro que apenas possui um final emocionante, mas em cada capítulo contém algo que nos toca. É mais que um simples romance, é um livro que nos traz uma história sobre o amor, esperança, superação, entre outros temas que nos fazem refletir.
“Todos falavam mal de Tristan, imploravam para que eu não me aproximasse dele. Ele é um grosso, um desequilibrado, um homem devastado, Lizzie, todos diziam. Ele não é nada além, de cicatrizes do passado, garantiam.
Mas as pessoas não o viam como ele era. Ignoravam o fato de que eu também era meio esquisita, meio desequilibrada e estava completamente devastada.
Mas, quando estava com ele, eu me lembrava de como respirar.”
     O livro mostra que, desprende-se do passado é necessário para viver, porém, pode haver nele respostas para uma nova vida, novas descobertas, novos amores; esperança. Além disso, há a reflexão em relação às aparências. Lizzie, apesar do que todos diziam, busca conhecer Tristan e saber  porque ele agia daquela forma. E ao conhecê-lo, percebe o quanto todos estavam errados. Um livro que nos emociona, toca e nos ensina.
      E, gente, que capa!!!!

30 comentários

  1. Oie amore,
    Esse livro já está em minha lista de desejos e com sua resenha só confirma isso.
    Adorei os quotes selecionados, lindos!
    Queroooo... querooo... querooo!!!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro lindoooo! Espero que goste, Grazi. ❤

      Excluir
  2. Amo esse livrooooo!!!
    Danella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhosoooooo, Danella fiota do core ❤

      Excluir
  3. Oi Catrine,
    Eu não me aprofundei muito em sua resenha, porque estou louca para ler este livro e fiquei com medo de encontrar algum spoiler, por isso nÃo quis arriscar.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica tranquila, está livre de spoilers. Mas se preferiu... haha O livro é lindo, espero que goste. ❤

      Excluir
  4. É enorme o meu amor por esse livro. Foi uma das minhas melhores leituras de 2016. Me emocionei demais com as história dos protagonistas, choreis demais com esses dois. Estou bema ansiosa pelo segundo livro da série, se não me engano vai ser lançado mês que vem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também chorei muitooo! haha ❤❤ Ansiosa para o segundo.

      Excluir
  5. Olá!
    Li esse livro no ano passado e foi uma boa leitura com exceção do começo, que achei o Tris um cara muito grosso. Mas, no geral, é como você disse, a cada capítulo, aprendemos algo novo e isso é fascinante.
    Fiquei com uma baita vontade de reler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, no início ele é terrível. Mas depois... ❤❤

      Excluir
  6. Oi, Catrine! Tudo bem?
    Um monte de gente já me indicou este livro, dizendo que tem um final impactante e depois da sua resenha reparei que eles estão certíssimos, espero ler este livro brevemente, acho a capa tão linda - a quote e a resenha me despertaram super interesse - e ah, adorei o blog de vocês, maravilhoso!


    Beijos,
    Lu | http://justificou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lu! :)
      Eu li, amei e super indico! Espero que tenha a oportunidade de lê-lo, e que goste tanto quanto eu.❤

      Excluir
  7. Olá Catrine, tudo bem?

    Não conhecia o livro "O ar que ele respira", mas essa capa é realmente chamativa demais. O enredo não sei se faz meu tipo, mesmo assim vou deixá-lo anotado aqui.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Já li um livro da autora e também fiquei encantada com sua escrita e trama. Ela tem uma leveza na hora de narrar suas histórias. Virei fã! Quero muito ler essa obra, que parece ser igualmente emocionante e envolvente. Adorei sua resenha!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Oieee, amei esse livro!!!! primeira coisa que me conquistou foi essa capa maravilhosa, e como não amar o Pluto? <3

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi a capa que me conquistou também! kkkkk Ahh, o Pluto é um amoooor! <3

      Excluir
  10. Oie
    muito legal sua resenha e que legal que gostou tanto da leitura, ja eu não curti muito por alguns pontos mas quero mt ler um outro da autora, quem sabe eu mude minha concepção

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não curtiu! Espero que tenha a oportunidade de ler outro da autora e goste. :)

      Excluir
  11. Vi muito frisson sobre esse livro... E curiosamente o título original me chama mais a atenção que o brasileiro!

    E não entendo essa obcessão de amar caras que destratam mulheres! Não importa o quão crap seja seu passado, não te dá o direito de machucar alguém. Não gosto de livros assim...

    E acho que não o leria, apesar de sua resenha positiva!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, não é esse o caso. Ela nunca gostou da forma como ele tratava todo mundo, mas ao contrário dos outros, ela ao menos quis saber o porquê. E ela só se apaixonou depois de conhecê-lo de verdade, e ver que não era aquele cara ruim que todos achavam que ele era.

      Excluir
  12. Infelizmente para meu desespero ainda não tive o prazer de ler este livro!!!! Já me imagino sofrendo ao lado de Tristan. Que barra ele teve que passar. Por mais difícil que seja, o passado deve mesmo ficar para trás.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino que sim, sentimos todas as emoções dos personagens! ❤

      Excluir
  13. Oi Catrine.
    Que bom que o livro foi ótima experiência de leitura para você.
    Os personagens parecem mesmo cativantes, apesar de toda tristeza que os ronda.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Agora finalmente posso dizer que eu li esse livro, enrolei tanto kkk
    Já tinha lido outro da britanny e confesso que me emocionei mais com sr daniels
    Mas o ar que ele respira é tão tocante quanto,vemos como as duas partes estão perdidas e um no outro eles se acham, ri demais e me emocionei tambem
    A britanny escreve como ninguem no quesito passar sentimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Ela consegue passar todos os sentimentos ao leitor. Chorei tanto, mas também sorri muito. O livro toca bastante.❤

      Excluir
  15. Oi, tudo bem?
    Uau que livro é esse? é impossível deixar passar despercebido depois de tantos elogios assim. Fiquei mega curiosa com a trama, parece ser bem envolvente e com personagens ótimos, além de ser tão bem comentado por tantas pessoas. Adorei saber mais da sua opinião, com certeza irei adquirir em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, que livro é esse? haha ❤
      Que bom que gostou. Espero que ele te envolva e encante assim como fez comigo.

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Design por: Adorável Design

Adaptação por: Estante Mineira