7.9.17

Resenha | Como Agarrar Uma Herdeira - Julia Quinn (Agentes da Coroa #1)

Título: Como Agarrar Uma Herdeira
Autor(a): Julia Quinn | Coleção: Agentes da Coroa #1
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance de Época
Páginas: 304 | Editora: Editora Arqueiro | Adicione no Skoob
Avaliação: 
Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.
Resenha
“Ela não apenas tinha virado a vida dele de cabeça para baixo, como a jogara de um lado para outro, virara do avesso e, em determinados momentos que era melhor não mencionar, a incendiara.”
Como Agarrar Uma Herdeira é o primeiro volume da série Agentes da Coroa, que já no seu livro de estreia, me conquistou completamente...

Caroline Trent perdeu o pai aos 10 anos, desde então foi obrigada a suportar uma seleção de tutores nada agradável. Sempre que um morria, em seguida vinha um pior. No início, Caroline imaginou que o atual tutor, Oliver, era o melhor dentre todos os que vieram antes, mas não demorou muito para que ela percebesse o verdadeiro motivo da estima: sua herança.

Assim que descobriu que a jovem era a herdeira de uma bela fortuna, ele resolveu casar ela com seu filho. Mas após tentativas falhas de “persuadi-la”, Oliver recorre a atitudes mais desesperadas, temendo que Caroline completasse seus 21 anos e ele perdesse o direito sobre ela.

Caroline, no entanto, estava preparada. Com seu histórico de tutores, ela aprendeu a ter sempre uma arma em mãos. Graças a isso, ela consegue fugir, o que ela já vinha desejando. O que ela ao esperava era que seria sequestrada por uma homem que pensava que ela fosse uma tal Carlota de Leon, ainda nos arredores da propriedade... Porém, Caroline prefere deixar que ele acredite que ela seja a tal Carlotta a ser forçada a se casar e viver para sempre presa àqueles dois.
Se não estivesse amarrada, provavelmente dançaria de felicidade. Afinal, dessa forma sua fuga do tutor seria ainda mais eficaz. Aquele homem pensava que ela era uma criminosa, mas, deixaria para esclarecer as coisas quando estivesse bemmm longe dali. Ou, quem sabe... No seu aniversário. Já que faltavam apenas seis semanas.
“Um corpo não pode seguir em frente sem risadas , como vem acontecendo com o seu.”
Blake Ravenscroft não vê a hora de começar um vida nova e totalmente tediosa, porém, para isso tem que abandonar o Departamento de Guerra e, antes, encerrar seu último caso. Ele é um agente da Coroa, e estava investigando Oliver Prewitt há seis meses para conseguir provas de que ele é um traidor criminoso. E aquela que viu saindo às escondidas da casa de Oliver só podia ser ela... A meio espanhola, meio inglesa e totalmente letal Carlotta de Leon.

Agora que conseguiu prendê-la, bastava conseguir algumas confissões e levá-la a justiça. Ao menos era para estar fazendo isso... Ele não esperava que fosse fácil, mas acreditava que teria que lutar somente contra seus inimigos e não contra seu coração, que lutava para gostar de “Carlotta”. Ora, mas também... Ela o fazia rir, tinha uma personalidade implacável, e ainda era... Linda! E, apesar das circunstâncias mostrarem totalmente o contrário – sem contar que ele era um agente da coroa e ela um traidora da coroa –,eles eram tão... semelhantes.
“Dessa vez ela ergueu uma sobrancelha e Blake percebeu que Caroline conseguia ser tão arrogante quanto ele.”
NÃO! Letal. Letal. Letal. Ele teria que colocar isso na cabeça se quisesse continuar com seus planos de aposentadoria e vida pacata.

Mas... Ele ainda queria isso? Digo... Queria verdadeiramente isso?
“Blake começou a dizer alguma coisa, mas acabou caindo na gargalhada. Caroline sentiu um felicidade instantânea se espalhar por seu corpo, como se seu coração reconhecesse que fizera algo muito bom ao provocar uma risada naquele homem. Precisava de Black e do abrigo da casa dele, mas tinha a sensação que ele talvez também precisasse só um pouquinho dela.”
Querida Julia Quinn, você arrasa mesmo, hem, mulher?!

A autora é uma das minhas preferidas desde que li pela primeira vez um livro seu. Bom... na segunda vez eu tive mais certeza disso.
A escrita da Quinn é sensacional, além de completamente envolvente é deliciosamente divertida e fluída. Li o livro em dois dias, mas tive que usar meu estoque de forças para emergências. Algo que acontece comumente quando leio seus livros.

Algo muito interessante e que traz uma originalidade ao livro é o Dicionário Pessoal de Caroline Trent. Cada início de capítulo traz uma palavra nova do dicionário da protagonista, que não somente nos ensina palavras novas como também faz com que conheçamos melhor Caroline, já que cada palavra é aplicada em um contexto pessoal.
“[...]Gosto de anotar palavras novas. O único problema é que costumo esquecer o que significam depois que as anoto.
— Deve usá-las em um contexto. É a melhor maneira de lembrar do significado...”

Os personagens são muito bem construídos e desenvolvidos. Caroline é dona de um enorme senso de humor, uma personalidade marcante, forte e bem sincera. Logo de início – mais especificamente, na primeira página – ela me encantou... Em minha defesa, a história já começou a ser contada com ela com uma arma na mão toda poderosa. Fácil, fácil, admirá-la. Haha

Mais fácil ainda é se confundir com o emaranhado de emoções que se forma quando Caroline e Blake estão juntos. É possível que em um momento o leitor esteja tendo uma convulsão de risadas, e um segundo depois esteja suspirando, noutro segundo querendo dar um beliscão em cada um dos dois.
“Black se inclinou para frente apenas uma fração de milímetro, a vontade de beijá-la maior do que a vontade de respirar. [...] Desejava aquele mulher. Desejava Carlotta. Desejava... Carlota. Maldição, como pudera esquecer, mesmo por uma segundo? Ela era uma espia. Uma traidora. Totalmente sem moral e sem escrúpulos.”
Quinn também já tratou de fazer com que James, o marquês de Riverdale – que é o protagonista do segundo livro –, reservasse um espacinho no coração do leitor. Ele, além de melhor amigo de Blake, também é um agente da coroa, então, tem bastante participação na trama e é maravilhoso. Não vejo a hora de realizar a leitura do próximo volume!

Mas nem só de protagonistas faz um elenco, e os personagens secundários também arrasam, mas melhor eu parar por aqui antes que eu escreva tudo sobre o livro. Só digo que todos que provavelmente eram para o leitor gostar conseguiram me encantar e todos que era para eu não gostar não gostei fortemente.

Como Agarrar Uma Herdeira é um romance de época maravilhoso, com boas doses de humor e ação, e personagens apaixonantes.
“Oliver estava determinado a agarrar uma herdeira para o filho, você estava disposto a agarrar uma espiã. E, no fim das contas...”

8 comentários

  1. Concordo sobre você dizer que uma hora estamos rindo e depois estamos suspirando porque foi exatamente assim que fiquei. É perfeito, eu amei cada página, cada momento.

    Greice
    Blogando Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Sou apaixonada pela escrita da Julia Quinn e infelizmente ainda não pude ler esse livro, mas já vi resenhas positivas sobre ele e quero muito realizar a leitura. Espero que ele me traga as mesmas emoções que senti lendo os demais da autora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Catrine!
    Esse livro vai ser meu primeiro contato com a escrita da Julia Quinn. Estou bem ansiosa!
    Quero ver esse romance entre Caroline e Blake. Fortes emoções!!! <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, amo os livros da Julia Quinn, e esse, no inicio, parece até ser uma leitura bem diferente do que estamos acostumados, mas, depois, percebemos que só o cenário é diferente. O que mais gosto nos livros da Quinn é o fato de ela tornar a história bem divertida, ou seja, é aquele romance bem gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi Catrine!

    Impressionante como romance de época está em alta! Porém, só li um livro desse gênero - que foi Orgulho e Preconceito - e não curti. É um estilo que não me chama muita atenção, mesmo os livros da Julia Quinn, que são mais conhecidos e bem falados.
    No entanto, achei bem legal a ideia da autora de colocar no começo de cada capítulo o dicionário da protagonista. Interessante!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi. Tudo bem?
    Nossa, essa autora deve ser realmente muito boa. Sempre vejo muitos elogios sobre as obras dela e na sua resenha ficou muito claro que você é apaixonado pela obra da escritora. Ainda não tive oportunidade de ler nada sobre a autora, mas fiquei tentado depois de ver tantos elogios em um única resenha. Como gosto de romance de época, acredito que estou perdendo tempo de ainda não ter lido nada da necessito fazer isso. Adorei a dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Eu ameeeeei esse livro <3
    Ainda não tinha lido nada da autora e já em minha primeira experiencia me tornei fã dela! Sua escrita é genial, divertida e muito envolvente! Achei o livro bem divertido e muito bem construido...Assim como você, favoritei!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Catrine!

    Caramba, a Julia Quinn está fazendo um tremendo sucesso aqui no Brasil, heim?!
    Muitas resenhas positivas de seus livros, especialmente esse.

    Adorei a resenha e seu texto, apesar de não ler esse tipo de livro.

    Pelas fotos e resenhas que vi, achei o tamanho da fonte do livro muito grande, procede?

    Um grande beijo!!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Design por: Adorável Design

Adaptação por: Estante Mineira